Canon EF 24-105mm f/4L IS USM

A melhor zoom full frame para o dia-a-dia

Fevereiro/2014 – A EF 24-105mm f/4L IS USM parece ter vindo de uma época em que a Canon “estava apaixonada”. Lançada em outubro de 2005, foi no mesmo período que a fabricante apresentou a “primeira full frame de baixo custo” com a EOS 5D e também o início do desenvolvimento de tecnologias como o Live View (lançado na EOS 40D de 2007) e do processador DIGIC4, que apareceu na EOS 5D Mark II e revolucionou o mercado de vídeo em 2008. Completando a linha f/4 de objetivas zoom com construção L, ao lado da EF 17-40mm f/4L USM (2003) e EF 70-200mm f/4L USM (1999), a 24-105mm é a mais completa delas com estabilizador de três stops, weather sealing completo, e novos paradigmas em qualidade de imagem. (english)

São nada mais, nada menos, que dezoito elementos (!) em trezes grupos, três deles asféricos (com superfícies de desenho especial, diferente de uma esfera) e um deles Super UD, para corrigir aberrações. Esta lente fez parte do início da minha admiração por fotografia em 2010 ao lado da EOS 5D Mark II, quando comprei as duas juntas. Foi a minha primeira série L; a minha primeira lente com estabilizador; e o meu primeiro contato com “equipamento premium”, que desde a primeira semana se provou capaz de registrar meus melhores olhares com altíssima qualidade técnica e confiabilidade de operação, coisas que eu nunca tinha experimentado antes.

“Auto-retrato” com a EOS 5D Mark II + EF 24-105mm f/4L IS USM em f/4 1/80 ISO2500 @ 73mm.

“Auto-retrato” com a EOS 5D Mark II + EF 24-105mm f/4L IS USM em f/4 1/80 ISO2500 @ 73mm.

Apesar dela não custar tão caro para o que oferece e esteja em promoção praticamente o tempo todo, são poucos os fotógrafos “high-end” que admitem as qualidades desta objetiva. Não sei se é pela insegurança do pensamento “quanto mais caro, melhor”, mas o fato é: ela não recebe a mesma apreciação que outras lentes mais caras. Então esta é uma segunda tentativa de convencê-los do melhor negócio do lineup da Canon. Boa leitura!

CONSTRUÇÃO E OPERAÇÃO

Montada como um tanque de plástico (externo) e metal (interno, mas com algumas partes de plástico), em 670gr de 8.3×10.6 cm a EF 24-105mm f4L IS USM está do lado pesado da balança. Ela é sólida nas mãos e um upgrade a qualquer lente de kit EF-S ou EF tradicional da Canon, zoom ou prime, porque passa a impressão de qualidade. O design do zoom é tradicional com mecanismo de anel e ela fica compacta em 24mm e expande em 105mm. É diferente da primeira EF 24-70mm f/2.8L USM que é menor em 70mm e maior em 24mm, exigindo um hood enorme.

Canon EF 24-105mm f4L IS USM Zoom Lens

Estes anéis são de bom tamanho e emborrachados, fáceis de girar. O feedback é melhor no foco que no zoom, que pode ser duro às vezes, e nenhum dos dois tem jogo; qualquer movimento dos dedos move os mecanismos internos da lente garantindo precisão nos ajustes finos, ou controles rápidos em situações extremas. “Preciso e rápido” também são adjetivos do espetacular sistema AF do modelo. Virtualmente todo meu acervo de fotos com esta lente está em foco.

Canon EF 24-105mm f4L IS USM Zoom Lens

“Mão” que pode ser acionada a qualquer momento no sistema USM do tipo ring com full time manual. Mesmo que a lente + corpo falhem na escolha de sujeito para travar o foco, o fotógrafo pode compensar no anel manual sem ter de mudar o modo para “MF”. E “mão” que também pode tremer bastante já que esta lente conta com o sistema IS de três stops, acionado na hora do click ou na hora da gravação de vídeos. Tudo é muito fácil de operar e funciona como deveria.

Canon EF 24-105mm f4L IS USM Zoom Lens

Por fim ela aceita filtros generosos de 77mm na frente e que são compartilhados por outras zoom da linha L, como EF 70-200mm f/28L IS II USM e EF 17-40mm f/4L USM. Eles não giram durante o foco ou o zoom, o que permite polarizadores e ND graduados sem ajustes o tempo todo. O corpo é todinho selado contra poeira e água e conclue o projeto EF robusto e gostoso de usar.

Canon EF 24-105mm f4L IS USM Zoom Lens

Enfim a EF 24-105mm f/4 L IS USM é das melhores construções do lineup da Canon e a minha cópia continua nova apesar dos quatro anos de uso. Já foram mais de 50.000 fotos com a EOS 5D Mark II; algumas horas de vídeo estabilizado, sob as mais severas condições (sol e neve); e na primeira semana a lente tomou banho num passeio de rafting no Grand Canyon, sem deixar de funcionar nenhum momento. Vamos continuar para a qualidade de imagem e concluir de uma vez por todas que esta é uma das melhores lentes desde a introdução do sistema EF.

QUALIDADE DE IMAGEM

“Ondas” com a EOS 5D Mark II + EF 24-105mm f/4L IS USM em f/14 1/125 ISO400 @ 50mm; flexibilidade do zoom para enquadrar esta paisagem como se fosse uma textura.

“Ondas” com a EOS 5D Mark II + EF 24-105mm f/4L IS USM em f/14 1/125 ISO400 @ 50mm.

Diz a lenda que uma objetiva zoom com proporção além de 3x não garante qualidade de imagem comparável as primes de mesma distância. E a EF 24-105mm em “4.3x” teoricamente deveria ser o caos para testes de alta resolução, ou aberrações gerais na imagem. Mas a Canon conseguiu superar a EF 24-70mm f/2.8L I USM, que era padrão de QI zoom desde o lançamento, e ainda por cima igualou as primes nos quesitos resolução, cores e contraste; com IS e abertura constante.

“Árvore” com a EOS 5D Mark II + EF 24-105mm f/4L IS USM em f/4 1/160 ISO320 @24mm; resolução em abertura máxima e vignetting acentuado.

“Árvore” com a EOS 5D Mark II + EF 24-105mm f/4L IS USM em f/4 1/160 ISO320 @24mm; resolução em abertura máxima e vignetting acentuado.

Em f/4 o plano focal mostra detalhes no quadro todo com pouco ganho de resolução fechando de f/5.6 até f/8. O que estiver na profundidade de campo será revelado sem problemas de blooming e perda de nitidez, garantindo fotos usáveis em qualquer f/stop. Mesmo dos 24mm aos 105mm eu nunca notei perda de informações variando o zoom, o que tranquiliza o fotógrafo que não precisa ficar lembrando de fechar a lente para aproveitar o “miolo otimizado” do projeto óptico.

“Oceano” com a EOS 5D Mark II + EF 24-105mm f/4L IS USM em f/4 1/2000 ISO100 @ 105mm; profundidade de campo curta em abertura máxima no final do telephoto.

“Oceano” com a EOS 5D Mark II + EF 24-105mm f/4L IS USM em f/4 1/2000 ISO100 @ 105mm; profundidade de campo curta em abertura máxima.

Crop 100%; resolução alta no centro do quadro.

Crop 100%; resolução alta no centro do quadro.

“Folhas” com a EOS 5D Mark II + EF 24-105mm f/4L IS USM em f/4.5 1/500 ISO100 @ 58mm; o miolo “standar” por volta dos 58mm também tem excelente qualidade de imagem.

“Folhas” com a EOS 5D Mark II + EF 24-105mm f/4L IS USM em f/4.5 1/500 ISO100 @ 58mm.

Crop 100%; nitidez rivaliza com as primes.

Crop 100%; nitidez rivaliza com as primes.

“Nuvens” com a EOS 5D Mark II + EF 24-105mm f/4L IS USM em f/4 1/4000 ISO100 @ 92mm; contraste e nitidez em abertura máxima.

“Nuvens” com a EOS 5D Mark II + EF 24-105mm f/4L IS USM em f/4 1/4000 ISO100 @ 92mm; contraste e nitidez em abertura máxima.

“Shirakawago” com a EOS 5D Mark II + EF 24-105mm f/4L IS USM em f/4 1/1600 ISO100 @ 47mm; independente da abertura e dos erros do fotógrafo (não precisa de f/4 nesta exposição) a lente entrega altíssima definição no quadro todo.

“Shirakawago” com a EOS 5D Mark II + EF 24-105mm f/4L IS USM em f/4 1/1600 ISO100 @ 47mm

Crop 100%; resolução impecável no centro do quadro…

Crop 100%; resolução impecável no centro do quadro…

Crop 100%; e também nos cantos da foto.

Crop 100%; e também nos cantos da foto.

“Floresta” com a EOS 5D Mark II + EF 24-105mm f/4L IS USM em f/4 1/1600 ISO100 @ 105mm; flaring no canto do quadro por causa do hood otimizado só para os 24mm.

“Floresta” com a EOS 5D Mark II + EF 24-105mm f/4L IS USM em f/4 1/1600 ISO100 @ 105mm; note o flaring no canto do quadro.

IMG_8574 “Japoneses” com a EOS 5D Mark II + EF 24-105mm f/4L IS USM em f/4 1/500 ISO125 @ 32mm; flexibilidade zoom para qualquer situação, de paisagens a fotografia de rua.

“Japoneses” com a EOS 5D Mark II + EF 24-105mm f/4L IS USM em f/4 1/500 ISO125 @ 32mm.

Crop 100%; resolução no centro rivaliza com as primes e causa até moiré na EOS 5D Mark II.

Crop 100%; resolução no centro rivaliza com as primes e causa até moiré na EOS 5D Mark II.

IMG_8434 “Galhos” com a EOS 5D Mark II + EF 24-105mm f/4L IS USM em f/4 1/2000 ISO400 @ 96mm; os arquivos desta objetiva aguentam impressões gigantes com tantos detalhes.

“Galhos” com a EOS 5D Mark II + EF 24-105mm f/4L IS USM em f/4 1/2000 ISO400 @ 96mm; os arquivos desta objetiva aguentam impressões gigantes.

Crop 100%; absolutamente impecável no plano focal.

Crop 100%; absolutamente impecável no plano focal.

IMG_8733 “Bonsai” com a EOS 5D Mark II + EF 24-105mm f/4L IS USM em f/4.5 1/1000 ISO250 @ 35mm.

“Bonsai #sqn” com a EOS 5D Mark II + EF 24-105mm f/4L IS USM em f/4.5 1/1000 ISO250 @ 35mm.

Crop 100%; reprodução de detalhes no canto do quadro; sinais de CA lateral.

Crop 100%; reprodução de detalhes no canto do quadro; sinais de CA lateral.

“Grama” com a EOS 5D Mark II + EF 24-105mm f/4L IS USM em f/4.5 1/1000 ISO1250 @ 35mm.

“Grama” com a EOS 5D Mark II + EF 24-105mm f/4L IS USM em f/4.5 1/1000 ISO1250 @ 35mm.

Crop 100%; sim, estamos falando da resolução de uma lente zoom. O_o

Crop 100%; sim, estamos falando da resolução de uma lente zoom. O_o

“Incenso” com a EOS 5D Mark II + EF 24-105mm f/4L IS USM em f/4 1/40 ISO100 @ 40mm; profundidade de campo curta em f/4 e sensores full frame.

“Incenso” com a EOS 5D Mark II + EF 24-105mm f/4L IS USM em f/4 1/40 ISO100 @ 40mm; profundidade de campo curta em f/4 e sensores full frame.

Crop 100%; foco preciso com o ponto central da EOS 5D Mark II.

Crop 100%; foco preciso com o ponto central da EOS 5D Mark II.

Problemas típicos de uma zoom estão lá e encontrei CA lateral, vignetting em abertura máxima e distorção geométrica em todas as fotografias que pediam por isto. Vai fotografar linhas retas? Se prepare para ver uma bolha no começo do grande angular e uma “pontada” nos horizontes no final do telephoto. Áreas de muito contraste nos cantos do quadro? Aquelas linhas coloridas aparecerão e podem ser um problema para impressões gigantes. Céus homogêneos em abertura máxima? Esqueça porque a vinheta é alta e só desaparece em f/8.

“Leitura” com a EOS 5D Mark II + EF 24-105mm f/4L IS USM em f/11 1/320 ISO100 @ 93mm; vignetting desaparece a partir de f/8.

“Leitura” com a EOS 5D Mark II + EF 24-105mm f/4L IS USM em f/11 1/320 ISO100 @ 93mm; vignetting desaparece a partir de f/8.

“Bush” com a EOS 5D Mark II + EF 24-105mm f/4L IS USM em f/9 1/80 ISO100 @ 24mm.

“Bush” com a EOS 5D Mark II + EF 24-105mm f/4L IS USM em f/9 1/80 ISO100 @ 24mm.

Crop 100%; CA lateral em áreas de contraste, mas informações estão lá no plano focal ( detalhe na madeira).

Crop 100%; CA lateral em áreas de contraste, mas informações estão lá no plano focal ( detalhe na madeira).

Mas a resolução, que é a capacidade da lente em reproduzir todos os detalhes no plano de imagem sem perder a nitidez, é o grande destaque desta objetiva e por causa dela que eu não reclamo tanto da qualidade de imagem deste modelo, como faço com outras lentes. São arquivos riquíssimos em informações e fáceis de corrigir via software, que combinam com câmeras EOS full frame de vários megapixels (5D Mark II, 5D Mark III, 6D, 1Ds Mark III, 1D-X) ou trabalhos que serão vistos de perto, como impressões de grande formato, revistas, catálogos e editoriais.

IMG 4215 “Floresta II” com a EOS 5D Mark II + EF 24-105mm f/4L IS USM em f/7.1 1/40 ISO2000 @ 67mm; resolução praticamente não aumenta em aberturas menores.

IMG 4215 “Floresta II” com a EOS 5D Mark II + EF 24-105mm f/4L IS USM em f/7.1 1/40 ISO2000 @ 67mm.

Crop 100%.

Crop 100%, detalhes de sobra no centro do quadro.

“Paisagem” com a EOS 5D Mark II + EF 24-105mm f/4L IS USM em f/7.1 1/30 ISO100 @ 32mm.

“Paisagem” com a EOS 5D Mark II + EF 24-105mm f/4L IS USM em f/7.1 1/30 ISO100 @ 32mm.

“Cidade” com a EOS 5D Mark II + EF 24-105mm f/4L IS USM em f/13 1/80 ISO100 @ 47mm.

“Cidade” com a EOS 5D Mark II + EF 24-105mm f/4L IS USM em f/13 1/80 ISO100 @ 47mm.

VEREDICTO

Enfim é das lentes mais usadas pelo zack porque surpreende em todas as situações. É uma opção fácil de trabalhar e combina com várias câmeras (grande angular/telephoto no full frame; standard/telephoto no crop); tem weather sealing completo e operação simples (são quatro anos no meu kit sem qualquer sinal de uso); e pode substituir primes quando o assunto é resolução. E ainda por cima com estabilizador! É uma objetiva para todos e para o tempo todo, que me segura no mount EF por causa da confiabilidade. E pode segurar você também. Boas fotos!